Os Serafins

MEMÓRIAS DA SERAFIM

 Grupo de Teatro “ Os Serafins”

Breve historial do Grupo

            Com 20 anos de existência, o grupo foi criado, inicialmente, para dar resposta ao sonho e à vontade de uma professora e de um grupo de alunos que se interessavam, vivamente, pela arte dramática.

            A docente, Maria de Lurdes Gual, que já antes da criação do grupo apostava, em contexto de sala de aula, na dramatização de excertos de obras que integravam os programas curriculares da disciplina de Português, apercebendo-se da adesão dos alunos, decidiu criar o grupo de teatro que se mantém até aos dias de hoje.

            Em 2000, face ao impacto do projeto na escola, a docente, contando com o apoio do Senhor Padre Milheiro, leva à cena várias peças da sua autoria, no Salão Paroquial da cidade, alargando assim os projetos da escola à comunidade local.

            Com a inauguração dos Paços da Cultura e a convite do então Presidente da Câmara, Dr. Castro Almeida, o Grupo dá o salto e começa o investimento, em grande parte, na vertente do teatro musical, com o objetivo de dar a conhecer outros talentos dos alunos em áreas performativas complementares da arte de representar, a saber: a música, a dança, o canto e as artes circenses.

            Em 2006, um Grupo de docentes da Escola Secundária Dr. Serafim Leite, liderado pela docente Rosa Mortágua (Espaço Aberto), conhecedor dos projetos teatrais desenvolvidos na escola e com o apoio do então Presidente do Conselho Executivo, Dr. Pedro Gual, propõe uma parceria à autarquia, dando assim início ao primeiro Festival de Teatro de S. João da Madeira. É nesta ocasião que o Grupo de Teatro passa a adotar o nome “Os Serafins” com o objetivo de o identificar no contexto do Festival de Teatro.

            Pela mão da docente Lurdes Gual, o Grupo participou entusiasticamente em todas as edições do Festival, sempre apoiado pelas sucessivas Direções e Associações de Pais da Escola. Acresce ainda referir que ao trabalho de redação dos guiões, encenação das peças, conceção dos figurinos e seleção da banda sonora, levado a cabo pela respetiva encenadora, o Grupo contou sempre com a prestimosa colaboração dos professores Teresa Margarida Brandão e Manuela Pinto (assistência de palco e nos ensaios), Pedro Gual (apoio técnico na reggie e questões de logística), Celeste Cerqueira, Sónia Araújo e Marco Vasconcelos (cenografia), Ana Filipa Gual (coreografias) e Alice Belo e Anita Costa (confeção de figurinos)

            O projeto “Serafins” é, sem dúvida, o resultado de um apurado trabalho de equipa, uma equipa que acredita que o teatro é um veículo de promoção da Educação para os Valores.

Lurdes Gual

SONY DSC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *