Os meliantes

Uma instituição não vive apenas de grandes momentos, aqueles cerimoniosos e oficiais. Por vezes há episódios bem mais baixos e que ficam na recordação de muitos. Respigamos do jornal Labor de 4 de novembro de 1988 uma dessas circunstâncias, bem gravosas e dispensáveis. Mas não podemos deixar de salientar a linguagem colorida do jornal, bem patente no título desta publicação, atenuando um pouco a gravidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *